Depoimentos · Sexualidade

“Vaginismo tem solução sim e eu consegui penetração na minha quarta sessão!”

Olá meninas!!

O mês de março só está começando e já temos depoimento para vocês (… e vocês aí achando que eu já tinha esquecido dos posts, hein?! hehehe)!

E dando início a mês das mulheres com força total, esse breve relato nos mostra que apesar da dificuldade da paciente em aceitar que tinha uma disfunção sexual, após alguns (poucos) anos, ela resolveu ir em frente… venceu seus medos (da dor e das tentativas frustradas de penetração), procurou tratamento adequado e se permitiu viver o seu sonho!!

Não desistam de vocês… a cura para o vaginismo está logo ali! 

bjs com carinho 

 

“Meu sofrimento começou em 2013 quando casei com meu marido.

Sonhava que a lua-de-mel seria maravilhosa, um marco para nós… o começo de uma vida feliz! Porém, meu planos foram frustrados na lua-de-mel mesmo, pois na minha primeira relação não consegui a penetração. Achei estranho, mas pensei que pudesse estar nervosa com esse momento que foi tão esperado por nós.

Enfim, ficamos dias em nossa viagem tentando que algo acontecesse, mas não aconteceu. Voltei para casa triste e pensando que seria algo que em breve poderia solucionar. O máximo que conseguimos foi uma leve penetração sem prazer algum, muito pelo contrário, uma dor que parecia que tinha uma faca em mim.

Então, decidi compartilhar com minha mãe o que estava acontecendo. Ela dizia que eu não estava tão relaxada (pra mim eu estava) por isso não conseguia. Foi aí que tentei técnicas: tomei vinho, fui a massagistas, fiz tudo que poderia deixar alguém bem relaxa… e quando achávamos que ia rolar, na hora da penetração eu simplesmente parava! A dor era grande, e eu entrava em pânico… e aí eu não conseguia nem mais dormir direito, apenas chorava em silencio. Meu marido sempre foi muito compreensivo, não jogava esse peso nas minhas costas, pois eu já estava com a minha auto-estima lá embaixo.

Resolvi procurar minha ginecologista, mas ela não apresentou interesse em ajudar, foi muito fria nas palavras e dizia apenas que iria me encaminhar a um psicólogo. Como não sentia que ela poderia me ajudar, acabei deixando esse problema “adormecido” (na verdade meu coração sabia que precisava de ajuda, porém ao mesmo tempo não queria admitir que tinha uma disfunção sexual).

Dois anos se passaram entre tentativas e frustrações, pensava que nunca iria conseguir ser mãe de forma natural. Até que após três anos de casados, estava em casa sozinha e resolvi pesquisar sobre isso. Li alguns relatos de pessoas que se curaram (já tinha lido antes) e pelas características sabia que aquilo era vaginismo. Então, entre uma pesquisa e outra encontrei um blog que falava sobre o assunto e sobre uma dra. especialista no assunto chamada Lívia. Li os relatos e pensei: “É ela!!! Preciso da ajuda dela!”.

Entrei em contato e a dra. Lívia, que conversou explicando como era o trabalho dela, e então marcamos uma avaliação. Na minha primeira consulta eu estava muito ansiosa e com medo. Depois de conversarmos horas, ela declarou aquilo que eu imaginava e que todos ao meu redor não compreendiam: “Você tem sim Vaginismo!”

Começamos o tratamento, e na minha primeira sessão fiquei meio apreensiva, mas com o jeito todo doce dela eu realmente relaxei. Adorava ir às sessões, e a cada sessão me sentia mais forte, e de novo o sonho se acendia no meu coração. Conversávamos bastante durante as sessões e tudo que ela fazia ela explicava o porque daquilo!

Segui todos os passos, exercícios que ela me falou… até que na minha quarta sessão consegui ter relação com meu marido!!! Antes até do que imaginávamos, não acreditei!!! QUE FELICIDADE!!!!!! E na minha quinta sessão eu estava de ALTA!!! Só quem já passou por isso sabe o que é se sentir viva de novo.

Esse é um relato breve da minha história, e desde já gostaria de incentivar e dizer que sim tem solução! Basta procurar a pessoa certa para te ajudar!

Dra. Lívia, acredito que Deus coloca dons nas mãos das pessoas para serem instrumentos dele. Certamente você foi e é um instrumento para ajudar mulheres como eu.

Agradeço a Deus e a você por todo carinho, respeito e ética que você tem! Obrigada por tudo mesmo! Eternamente grata!

Obs: Espero te encontrar na minha preparação para um parto! Haha

Beijão J.G”

 

 

Agendamento de consultas ou dúvidas? Entre em contato conosco:

Corpore & Mente

Tel: (11) 2495-7254 / 96340-0948

e-mail: liviafrulani@corporemente.com

 

Ah, não deixe de se inscrever no Blog, assim você receberá notificação de novos posts por e-mail! E ajude outras mulheres compartilhando nossos textos nas redes sociais!

 

#AssoalhoPelvico #Perineo #Pelve #Vagina #Vaginismo #Dor #Dificuldade #Penetracao #DorNaRelacao #DorNoSexo #Vaginismo #Tratamento #Exercicio #Cura #Depoimento #Historia #Relato #Fisioterapia #FisioterapiaUroginecologica #FisioterapiaPelvica #LiviaFrulani

Anúncios

2 comentários em ““Vaginismo tem solução sim e eu consegui penetração na minha quarta sessão!”

  1. Olá Dra.Livia

    Eu travo nos exames pélvicos,fui fazer o papanicolau e eu simplesmente travei com o exame transvaginal é a mesma coisa, a primeira vez que fiz o transvaginal eu travei mas a médica conversou comigo e eu consegui fazer o exame. Agora fui fazer o papanicolau e não consegui fazer pq eu travei na hora.
    Poderia me ajudar a saber o que é isso?

    Meu nome é Rita de Càssia

    Curtir

    1. Olá Rita,

      Quando a mulher não consegue realizar os exames ginecológicos pois fica “travada”, com medo do que possa acontecer, medo da dor etc, também chamamos de vaginismo (apesar de algumas mulheres conseguirem ter penetração normalmente, essa dificuldade de não conseguir fazer o exame pode acontecer).

      Os exames ginecológicos deveriam ser bem tranquilos para qualquer mulher, e é ok sentir no máximo um desconforto. Caso os exames sejam muito dolorosos e a mulher esteja sofrendo muito com eles, algo deve estar errado. Como disse, eles podem ser no máximo desconfortáveis, mas vale lembrar também que isso também depende da delicadeza do profissional que irá realizá-los.

      Leia esses dois posts: O Vaginismo e a dificuldade em realizar exames ginecológicos e Importância da realização de exames ginecológicos

      O ideal seria você procurar uma Fisioterapeuta especializada na área de Uroginecologia/Pélvica para poder te avaliar, te dar o diagnóstico correto e indicar o tratamento mais adequado.

      De qual cidade você é? Posso verificar se encontro alguém próximo de você.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s